Grupo de Política Internacional

Europa das Ideias
15
Mai 09

 

A guerra do Iraque provocou muito provavelmente a mais séria crise das relações entre a Europa e o EUA desde a crise do Suez de 1956, dividindo o Atlântico em dois campos antagónicos: o campo transatlântico, liderados pelos Estados Unidos e o Reino Unido; o campo “eurogaullista”, comandado pela França e a Alemanha.
Esta fractura profunda reflectiu-se em Portugal, dando azo a uma divisão entre os principais actores políticos nacionais acerca da política externa do país, com a emergência de duas visões distintas.
Ambas partiam da mesma prioridade – a aposta na integração europeia e o reforço do peso de Portugal na Europa. Porém, em torno deste eixo consensual desenvolveram-se duas estratégias diferentes: a primeira, que consideramos ser a que prevaleceu ao longo dos trinta anos de democracia, sustentava que o reforço do poder de Portugal na Europa estava indissociavelmente ligado ao incremento da relação com os Estados Unidos, e, em paralelo, com os países de língua portuguesa. A segunda, defendia que o reforço do poder de Portugal na Europa passava pelo alinhamento com o eixo franco–alemão, devendo o país estar ao lado das opções de França e Alemanha, crescentemente em oposição ao aliado norte – americano.
Passada a crise, há uma conclusão a tirar: para a Europa - e para o mundo - o poder americano é vital; para os EUA - e para o mundo - uma Europa forte é indispensável. 

 

publicado por Tiago Moreira de Sá às 22:30

comentário:
Caro Tiago...

No caso do Iraque, não se tratou de dividir Portugal entre o bloco franco-alemão e o bloco pro-americano.

Tratou-se em apoiar a Lei Internacional, ou apoiar a invasão de um país sem razão justificável alguma...

São coisas totalmente diferentes....
Ricardo Ferreira a 16 de Maio de 2009 às 03:30

pesquisar
 
sobre nós
Somos um grupo de jovens pró-europeus, que pretende contribuir para o avanço do projecto de integração europeia fomentando o debate de ideias sobre as grandes questões da actualidade, recordando a história da Europa.
desenvolvimento: Oceanlab
blogs SAPO