Grupo de Política Internacional

Europa das Ideias
05
Jun 09

A campanha eleitoral que hoje termina foi mais elucidativa do que esperava. Ao contrário do que muitos dizem, PS e PSD divergem em termos de pensamento europeu. As diferenças talvez não sejam tão significativas em questões de pormenor, mas os actores deste PS “europeu” e deste PSD “europeu” distinguem-se bem na visão de futuro para a Europa. Não tenho a menor dúvida que se a Europa evoluiu tanto nas últimas décadas, tal se deveu à coragem de grandes líderes que não tiveram medo de assumir riscos, de criar rupturas, de promover a liberdade, de ambicionar… Hoje somos massacrados diariamente com a palavra “crise” e quase esquecemos o notável desenvolvimento do espaço europeu e, em particular, do nosso país. Esse desenvolvimento alcançou-se através do estabelecimento de um espaço de paz, mas também da promoção da liberdade económica e de iniciativa dos cidadãos.

Ao contrário dos E.U.A., em que o modelo económico assente na liberdade nunca esteve em causa e, mesmo em tempos de crise, não está em questão (os desejos de muitos não são, felizmente, a realidade)… Na Europa, não obstante os extraordinários progressos, as resistências têm sido permanentes e têm-se acentuado nos recentes tempos de indefinição e angústia. É fundamental não voltar para trás… E é muito importante que o Parlamento Europeu não seja um espaço de reaccionários de direita e radicais de esquerda, mas sim de cidadãos responsáveis, sem preconceitos ideológicos e com a ambição de fazer da Europa um espaço único de progresso económico.
Ao longo da campanha os perfis dos vários candidatos revelaram-se. Encontrámos os moderadamente cépticos, os anti tudo de sempre, os conservadores de sempre e, no espaço socialista, os profundamente desconfiados quanto a um modelo económico europeu que preserve a liberdade de iniciativa dos cidadãos.
Assim, perante as alternativas que se apresentam, a minha decisão está tomada.
Pessoalmente, parece-me evidente quem olha para o futuro da integração europeia sem estar preso a dogmas do passado.
Continua a haver muito por fazer e não podemos parar.
 
Foi um prazer colaborar com este blog.
Até sempre!
publicado por Francisco Proença de Carvalho às 14:58

pesquisar
 
sobre nós
Somos um grupo de jovens pró-europeus, que pretende contribuir para o avanço do projecto de integração europeia fomentando o debate de ideias sobre as grandes questões da actualidade, recordando a história da Europa.
desenvolvimento: Oceanlab
blogs SAPO