Grupo de Política Internacional

Europa das Ideias
01
Mai 09

os três mosqueteiros

 

Na actual conjuntura internacional, perante a crise económico-financeira, desafios comuns requerem respostas colectivas. Nesse sentido, a resposta nacional a esta crise tem que ser enquadrada no plano da UE. Neste exercício, Portugal deve, não apenas procurar colher benefícios pontuais e marginais, mas ter uma participação activa e focada. Só assim poderemos garantir que a resposta europeia é a mais adequada para os nossos interesses específicos e contempla as respostas às nossas preocupações concretas.

 

Ou seja, mesmo numa lógica de resposta colectiva e na definição de uma acção coordenada, dentro do espírito “um por todos e todos por um”, continua a ser relevante a prática do “cada um por si”.

 

Se não fizermos por nós, quem o fará?

 

Faltar a um Conselho Europeu decisivo para a resposta europeia à crise não nos terá ajudado...

publicado por Bartolomeu Perestrelo às 00:14

pesquisar
 
sobre nós
Somos um grupo de jovens pró-europeus, que pretende contribuir para o avanço do projecto de integração europeia fomentando o debate de ideias sobre as grandes questões da actualidade, recordando a história da Europa.
desenvolvimento: Oceanlab
blogs SAPO